Unexpected encounter - IV
Unexpected encounter - IV
Unexpected encounter - III
Unexpected encounter - III
Unexpected encounter - II
Unexpected encounter - II
"Unexpected encounter - I"
"Unexpected encounter - I"
Hello III
Hello III
Hello II
Hello II
Hello
Hello
loch_ness_buzzard_II_MG_0778.jpg
Tranquility_on_the_mountain__Frame_print.jpg
Deer to Dare
Deer to Dare
Deer to Dare (coloured)
Deer to Dare (coloured)
Peein_Sheep__Frame_print.jpg
Frighten
Frighten
A deer
A deer
o gato da Irias_framed.jpg
veados_MG_5692.jpg
veaqdos_MG_5687.jpg
hi_there_I_MG_4824.jpg
Unexpected encounter - IV
Unexpected encounter - IV"Unexpected encounter - IV"Novembro 2017(Agora frente a frente, mais próximo e numa pose mais altiva e iluminada pelo sol que começava a desaparecer no horizonte, remeto para o mesmo texto das primeiras fotografias de forma a contextualizar todo este "encontro" com este lindo animal com que a Natureza nos presenteou)...Em pleno Outono, numa fugaz visita à "minha" serra, avistamos este belo exemplar macho desta bonita espécie. Não, que nunca os aviste, pelo contrário até, sempre que retorno à minha Lousã e nas voltas pela serra é quase uma certeza encontrá-los. Mas desta vez foi um pouco diferente. Este veado, macho e de generoso porte, parecia não importar-se com o que o rodeava. De máquina na mão comecei a segui-lo (no total cerca de 20 minutos), pois queria o melhor ângulo possível para umas fotos. E ele, nem me ligava. cada vez mais próximo dele até que por momentos, preferi viver aquele momento especial e esquecer a fotografia. Porque percebi  - não sendo especialista na matéria - que deveria estar ferido, algo combalido até. Parecia surdo e com uma orelha partida e com marcas de uma luta. Também me pareceu já envelhecido...Foi um momento em que quase lhe toquei, em que quase fiz uma festa...mas o receio de ele se voltar contra mim foi maior. Não deixam de ser animais selvagens e, se se sentem ameaçados, é mais que possível que isso aconteça. Talvez se encaminhasse para uma morte, talvez recuperasse de uma luta...não sei. Mas foi um sentimento misto, de magia pelo momento (e porque consegui fotos de bem perto) mas de alguma tristeza por verificar como ele estava.De qualquer maneira, fica aqui uma das fotografias feitas neste dia.Quando olhas, tenta ver!(Now, face to face, even closer and in a more haughty and sunlit pose, that began to disappear on the horizon, I refer to the same text of the first photographs in order to contextualize all this "encounter" with this beautiful animal with which Nature presented us)...In the mid autumn, on a brief visit to "my" mountains, we saw this beautiful male specimen of this beautiful species. Whenever I return to my Lousã and in to the mountain hills, it is almost certain to find them. But this time it was a bit different. This deer, male and of generous size, did not seem to care about his surroundings. With my camerain my hand I started to follow him (in total about 20 minutes), because I wanted the best possible angle for some photos. And he did not even care about me. closer and closer to him until at sometime, I preferred to live that special moment and forget the photograph. Because I realized - not being a specialist in the matter - that he should be hurt, or weakened. He looked deaf and with a broken ear and carries the marks of a fight. It also seemed to me already aged ... It was a moment when I almost touched him...but the fear of him turning against me was greater. They are wild animals, and if they feel threatened, it is more than likely that this will happen. Maybe he was heading towards death, maybe he would recover from a fight ... I do not know. But it was a mixed feeling, of magic for the moment (and because I got photos from very close) but of some sadness to verify how he was.Either way, here is one of the photos made this day.When you look, try to see!Melhor qualidade aqui // HD Quality here:https://www.galamarra.com/wildlife/unexpecteddeer4https://500px.com/photo/237328967Pedro Galamarrahttps://www.facebook.com/galamarraphotographyhttps://www.galamarra.com/https://instagram/galamarrahttp://olhares.sapo.pt/Galamarra/http://www.istockphoto.com/portfolio/galamarra#deer #lousã #unexpected #encounter #autumn #colourful #lousaconvidanaturalmente #natureza #nature #trees #mountains #wildlife #magic #sunny #journey #canon #portugal #intothewild #naturelovers #momentsforlife #serraDaLousã #light #natgeo #cervuselaphus #sunset
Unexpected encounter - III
Unexpected encounter - III"Unexpected encounter - III"Novembro 2017(Agora frente a frente e numa pose mais altiva e iluminada pelo sol que começava a desaparecer no horizonte, remeto para o mesmo texto das primeiras fotografias de forma a contextualizar todo este "encontro" com este lindo animal com que a Natureza nos presenteou)...Em pleno Outono, numa fugaz visita à "minha" serra, avistamos este belo exemplar macho desta bonita espécie. Não, que nunca os aviste, pelo contrário até, sempre que retorno à minha Lousã e nas voltas pela serra é quase uma certeza encontrá-los. Mas desta vez foi um pouco diferente. Este veado, macho e de generoso porte, parecia não importar-se com o que o rodeava. De máquina na mão comecei a segui-lo (no total cerca de 20 minutos), pois queria o melhor ângulo possível para umas fotos. E ele, nem me ligava. cada vez mais próximo dele até que por momentos, preferi viver aquele momento especial e esquecer a fotografia. Porque percebi  - não sendo especialista na matéria - que deveria estar ferido, algo combalido até. Parecia surdo e com uma orelha partida e com marcas de uma luta. Também me pareceu já envelhecido...Foi um momento em que quase lhe toquei, em que quase fiz uma festa...mas o receio de ele se voltar contra mim foi maior. Não deixam de ser animais selvagens e, se se sentem ameaçados, é mais que possível que isso aconteça. Talvez se encaminhasse para uma morte, talvez recuperasse de uma luta...não sei. Mas foi um sentimento misto, de magia pelo momento (e porque consegui fotos de bem perto) mas de alguma tristeza por verificar como ele estava.De qualquer maneira, fica aqui uma das fotografias feitas neste dia.Quando olhas, tenta ver!(Now, face to face and in a more haughty and sunlit pose, that began to disappear on the horizon, I refer to the same text of the first photographs in order to contextualize all this "encounter" with this beautiful animal with which Nature presented us)...In the mid autumn, on a brief visit to "my" mountains, we saw this beautiful male specimen of this beautiful species. Whenever I return to my Lousã and in to the mountain hills, it is almost certain to find them. But this time it was a bit different. This deer, male and of generous size, did not seem to care about his surroundings. With my camerain my hand I started to follow him (in total about 20 minutes), because I wanted the best possible angle for some photos. And he did not even care about me. closer and closer to him until at sometime, I preferred to live that special moment and forget the photograph. Because I realized - not being a specialist in the matter - that he should be hurt, or weakened. He looked deaf and with a broken ear and carries the marks of a fight. It also seemed to me already aged ... It was a moment when I almost touched him...but the fear of him turning against me was greater. They are wild animals, and if they feel threatened, it is more than likely that this will happen. Maybe he was heading towards death, maybe he would recover from a fight ... I do not know. But it was a mixed feeling, of magic for the moment (and because I got photos from very close) but of some sadness to verify how he was.Either way, here is one of the photos made this day.When you look, try to see!Melhor qualidade aqui // HD Quality here:https://www.galamarra.com/wildlife/unexpecteddeer3https://500px.com/photo/236944775Pedro Galamarrahttps://www.facebook.com/galamarraphotographyhttps://www.galamarra.com/https://instagram/galamarrahttp://olhares.sapo.pt/Galamarra/http://www.istockphoto.com/portfolio/galamarra#deer #lousã #unexpected #encounter #autumn #colourful #lousaconvidanaturalmente #natureza #nature #trees #mountains #wildlife #magic #sunny #journey #canon #portugal #intothewild #naturelovers #momentsforlife #serraDaLousã #light #natgeo #cervuselaphus #sunset
Unexpected encounter - II
Unexpected encounter - II"Unexpected encounter - II"Novembro 2017(mesmo texto da primeira fotografia)Em pleno Outono, numa fugaz visita à "minha" serra, avistamos este belo exemplar macho desta bonita espécie. Não, que nunca os aviste, pelo contrário até, sempre que retorno à minha Lousã e nas voltas pela serra é quase uma certeza encontrá-los. Mas desta vez foi um pouco diferente. Este veado, macho e de generoso porte, parecia não importar-se com o que o rodeava. De máquina na mão comecei a segui-lo (no total cerca de 20 minutos), pois queria o melhor ângulo possível para umas fotos. E ele, nem me ligava. cada vez mais próximo dele até que por momentos, preferi viver aquele momento especial e esquecer a fotografia. Porque percebi  - não sendo especialista na matéria - que deveria estar ferido, algo combalido até. Parecia surdo e com uma orelha partida e com marcas de uma luta. Também me pareceu já envelhecido...Foi um momento em que quase lhe toquei, em que quase fiz uma festa...mas o receio de ele se voltar contra mim foi maior. Não deixam de ser animais selvagens e, se se sentem ameaçados, é mais que possível que isso aconteça. Talvez se encaminhasse para uma morte, talvez recuperasse de uma luta...não sei. Mas foi um sentimento misto, de magia pelo momento (e porque consegui fotos de bem perto) mas de alguma tristeza por verificar como ele estava.De qualquer maneira, fica aqui uma das fotografias feitas neste dia.Quando olhas, tenta ver!(same text of the previous photograph)In the mid autumn, on a brief visit to "my" mountains, we saw this beautiful male specimen of this beautiful species. Whenever I return to my Lousã and in to the mountain hills, it is almost certain to find them. But this time it was a bit different. This deer, male and of generous size, did not seem to care about his surroundings. With my camerain my hand I started to follow him (in total about 20 minutes), because I wanted the best possible angle for some photos. And he did not even care about me. closer and closer to him until at sometime, I preferred to live that special moment and forget the photograph. Because I realized - not being a specialist in the matter - that he should be hurt, or weakened. He looked deaf and with a broken ear and carries the marks of a fight. It also seemed to me already aged ... It was a moment when I almost touched him...but the fear of him turning against me was greater. They are wild animals, and if they feel threatened, it is more than likely that this will happen. Maybe he was heading towards death, maybe he would recover from a fight ... I do not know. But it was a mixed feeling, of magic for the moment (and because I got photos from very close) but of some sadness to verify how he was.Either way, here is one of the photos made this day.When you look, try to see!Melhor qualidade aqui // HD Quality here:https://www.galamarra.com/wildlife/unexpecteddeer2https://500px.com/photo/236486949Pedro Galamarrahttps://www.facebook.com/galamarraphotographyhttps://www.galamarra.com/https://instagram/galamarrahttp://olhares.sapo.pt/Galamarra/http://www.istockphoto.com/portfolio/galamarra#deer #lousã #unexpected #encounter #autumn #colourful #lousaconvidanaturalmente #natureza #nature #trees #mountains #wildlife #magic #sunny #journey #canon #portugal #intothewild #naturelovers #momentsforlife #serraDaLousã #light #natgeo #cervuselaphus
"Unexpected encounter - I"
"Unexpected encounter - I""Unexpected encounter - I"Novembro 2017Em pleno Outono, numa fugaz visita à "minha" serra, avistamos este belo exemplar macho desta bonita espécie. Não, que nunca os aviste, pelo contrário até, sempre que retorno à minha Lousã e nas voltas pela serra é quase uma certeza encontrá-los. Mas desta vez foi um pouco diferente. Este veado, macho e de generoso porte, parecia não importar-se com o que o rodeava. De máquina na mão comecei a segui-lo (no total cerca de 20 minutos), pois queria o melhor ângulo possível para umas fotos. E ele, nem me ligava. cada vez mais próximo dele até que por momentos, preferi viver aquele momento especial e esquecer a fotografia. Porque percebi  - não sendo especialista na matéria - que deveria estar ferido, algo combalido até. Parecia surdo e com uma orelha partida e com marcas de uma luta. Também me pareceu já envelhecido...Foi um momento em que quase lhe toquei, em que quase fiz uma festa...mas o receio de ele se voltar contra mim foi maior. Não deixam de ser animais selvagens e, se se sentem ameaçados, é mais que possível que isso aconteça. Talvez se encaminhasse para uma morte, talvez recuperasse de uma luta...não sei. Mas foi um sentimento misto, de magia pelo momento (e porque consegui fotos de bem perto) mas de alguma tristeza por verificar como ele estava.De qualquer maneira, fica aqui uma das fotografias feitas neste dia.Quando olhas, tenta ver!In the mid autumn, on a brief visit to "my" mountains, we saw this beautiful male specimen of this beautiful species. Whenever I return to my Lousã and in to the mountain hills, it is almost certain to find them. But this time it was a bit different. This deer, male and of generous size, did not seem to care about his surroundings. With my camerain my hand I started to follow him (in total about 20 minutes), because I wanted the best possible angle for some photos. And he did not even care about me. closer and closer to him until at sometime, I preferred to live that special moment and forget the photograph. Because I realized - not being a specialist in the matter - that he should be hurt, or weakened. He looked deaf and with a broken ear and carries the marks of a fight. It also seemed to me already aged ... It was a moment when I almost touched him...but the fear of him turning against me was greater. They are wild animals, and if they feel threatened, it is more than likely that this will happen. Maybe he was heading towards death, maybe he would recover from a fight ... I do not know. But it was a mixed feeling, of magic for the moment (and because I got photos from very close) but of some sadness to verify how he was.Either way, here is one of the photos made this day.When you look, try to see!Melhor qualidade aqui // HD Quality here:https://www.galamarra.com/wildlife/unexpecteddeer1https://500px.com/photo/236047433Pedro Galamarrahttps://www.facebook.com/galamarraphotographyhttps://www.galamarra.com/https://instagram/galamarrahttp://olhares.sapo.pt/Galamarra/http://www.istockphoto.com/portfolio/galamarra#deer #lousã #unexpected #encounter #autumn #colourful #lousaconvidanaturalmente #natureza #nature #trees #mountains #wildlife #magic #sunny #journey #canon #portugal #intothewild #naturelovers #momentsforlife #serraDaLousã #light #natgeo
Hello III
Hello III"Hello III"Maio 2016Fotografia feita numa caminhada pela Serra da Lousã, e onde temos estes encontros fugazes com estes belos animais. É tão generosa a Natureza e oferece-nos espectáculos gratuitos de enorme beleza.Não é da brama (época de acasalamento final de Setembro e início de Outubro) mas é uma fotografia deste jovem veado (Cervus elaphus) feita em Maio passado.Photography made on a walk through Serra da Lousã, and where we have these beautiful encounters with these beautiful animals. Nature is so generous and offers us free shows of great beauty.It is not of the brahma (final mating season of September and early October) but it is a photograph of this young deer (Cervus elaphus) made last May.Pode ser vista com melhor qualidade em // HD Qualityhere:http://www.galamarra.com/wildlife/helloiiihttp://www.galamarra.com/bnw/helloiiittps://500px.com/photo/181018945#deer #sneaking #veado #cervuselaphus #trees #mountain #brama #matingseason #animal #wildlife #bnw #blackandwhite #light #lousã #galamarra #hello #nature #beautiful #naturelandscapes
Hello II
Hello II"Hello II"Agosto 2015Fotografia feita numa caminhada pela Serra da Lousã, e onde temos estes encontros fugazes com estes belos animais. É tão generosa a Natureza e oferece-nos espectáculos gratuitos de enorme beleza.E como hoje, dizem é o Dia do Animal, aqui fica a minha contribuição com este jovem veado (Cervus elaphus).Photography made on a walk through Serra da Lousã, and where we have these beautiful encounters with these beautiful animals. Nature is so generous and offers us free shows of great beauty.And, as they say, today we celebrate the Animal's Day, here is my contribution with this young deer (Cervus elaphus).Pode ser vista com melhor qualidade em // HD Qualityhere:http://www.galamarra.com/wildlife/helloiihttps://500px.com/photo/123996045
Hello
Hello"Hello"Agosto 2015Fotografia feita numa caminhada pela Serra da Lousã, quando numa zona de pinheiros e sobreiros reparei num pequeno esquilo que, num fugaz momento começa a trepar a árvore onde ainda o consegui captar antes de desaparecer saltando de árvore em árvore. É tão generosa a Natureza e oferece-nos espectáculos gratuitos de enorme beleza.Uma dica: está mesmo ao centro da fotografia.Photography made on a walk through Serra da Lousã, when in an area of pines and oaks noticed a little squirrel which begins to climb the tree, in a fleeting moment,  which I still managed to capture before disappearing jumping from tree to tree. Nature is so generous and offers us free shows of great beauty.An hint: it is right on the center of the photo.Pode ser vista com melhor qualidade em // HD Qualityhere:http://www.galamarra.com/wildlife/hellohttps://500px.com/photo/120365393/
loch_ness_buzzard_II_MG_0778.jpg
Tranquility_on_the_mountain__Frame_print.jpg
Deer to Dare
Deer to Dare"Deer to Dare":: Janeiro 2014 ::E, antes da neve logo no início da nossa "caçada" fotográfica e, vigilante perante um pequeno grupo de pequenos veados, lá estava este, ao contrário do normal, menos esquivo.Momentos houve que parecia desafia-nos. Mas logo se cansou, e partiu, floresta dentro. 
Deer to Dare (coloured)
Deer to Dare (coloured)"Deer to Dare":: Janeiro 2014 ::E, antes da neve logo no início da nossa "caçada" fotográfica e, vigilante perante um pequeno grupo de pequenos veados, lá estava este, ao contrário do normal, menos esquivo.Momentos houve que parecia desafia-nos. Mas logo se cansou, e partiu, floresta dentro. Com melhor qualidade aqui:http://www.galamarra.com/wildlife/deertodarecolour
Peein_Sheep__Frame_print.jpg
Frighten
Frighten"Frighten":: Outubro 2013 ::Da última vez que estive na Lousã (minha bela terra) aproveitámos para passear pela serra onde já se vêem, em estado avançado, os traços do Outono. E, como não podia deixar de ser, lá estavam eles também, os veados, corsos, javalis, muito esquivos e atentos. É sempre belo vê-los no seu estado selvagem e em liberdade. É um belo espectáculo...e gratuito, que apenas requer alguma paciência e algum conhecimento e uma pequena dose de sorte.
A deer
A deerA deer":: Dezembro 2013 ::Da última vez que estive na Lousã (minha bela terra) ainda em 2013, aproveitámos para passear pela serra onde já se via o Inverno perto, trazendo com ele as geadas, o frio que assume a força assim que o Sol começa a desaparecer. E, como em quase todas as voltas que fazemos pela serra, lá vamos nós no encalço dos veados, corsos, javalis, não interesa...o que interessa é desfrutar daquele momento ali no meio da Natureza.Por vezes, só os vimos ao longe. Noutras de formas fugazes, pois os veados são mais assustadiços que os corsos.Nesta fotografia em particular, apenas possível ao elevado ISO (sensibilidade à luz) da máquina - neste caso 3200 - já perto das 19h, apenas com a luz da Lua, vêem-se bem ao longe as silhuetas de umas cabeças de veados. Se repararem, bem enquadrado com a Lua e a vegetação circundante, um pouco à direita do centro do enquadramento, de perfil pode ver-se uma dessas silhueta. É sempre belo vê-los no seu estado selvagem e em liberdade. É um belo espectáculo...e gratuito, que apenas requer alguma paciência e algum conhecimento e uma pequena dose de sorte.: December 2013 ::Last time I was in Lousã ( my beautiful hometown ) yet in 2013 , we took a tour through the mountains where winter has already coming , bringing with it the frost , the cold that takes the force just as the sun begins to fade .And, as in almost every lap we do in the mountains, here we go in pursuit of deers, corsos, boars, ... what matters is enjoying that moment there in the middle of nature.Sometimes, we only saw them at distance. In this particular photograph, only possible with high ISO of the machine - in this case 3200 - already close to 19pm , with only the moon light , we could see well in the distance the silhouettes of a deer heads .If you look , well framed with the Moon and the surrounding greenery , a slightly to the right of the center of the frame profile can be seen one of those silhouette.It's always nice to see them in the wild and free. It is a beautiful show ... and for free , it just requires some patience and some knowledge and a small dose of luck.Melhor qualidade em / best viewed at:http://www.galamarra.com/wildlife/adeerhttp://500px.com/photo/57353380
o gato da Irias_framed.jpg
veados_MG_5692.jpg
veaqdos_MG_5687.jpg
hi_there_I_MG_4824.jpg
info
prev / next